segunda-feira, 15 de junho de 2009

Is Java for Scientific Programming?

Sempre me fiz esta pergunta. A conclusão a que cheguei foi: Não. Nenhuma linguagem que usa uma máquina virtual pode ser tão rápida quanto uma linguagem que executa código diretamente no processador. Além do mais, a implementação de códigos que empreguem as regras de Orientação a Objeto exige um monte de código para realizar uma tarefa simples. Explico. Suponha que alguém te forneça um objeto chamado Tmatriz. Você precisa realizar uma simples operação, que é a multiplicação de uma linha desta matriz por um número k. Se o objeto Tmatriz seguir todas as regras da OOP você não poderá ter acesso aos elementos da matriz diretamente. Longe disso: você terá que chamar uma função (e tome código sendo executado!!!) para pegar o elemento da matriz e um outra função (tome mais código!!!) para colocar o número no seu lugar.


Encontrei um artigo que tenta responder a esta pergunta.
Ele explica o que é Java e o que não é Java, e no fim, sugere que se deixe o emprego da dita linguagem em assuntos científicos para o futuro.