quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Mário de Andrade


Moça linda bem tratada



Moça linda bem tratada,
Três séculos de família,
Burra como uma porta:
Um amor.


Grã-fino do despudor,
Esporte, ignorância e sexo,
Burro como uma porta:
Um coió.


Mulher gordaça, filó,
De ouro por todos os poros
Burra como uma porta:
Paciência...


Plutocrata sem consciência,
Nada porta, terremoto
Que a porta de pobre arromba:
Uma bomba.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Orkut: sorte de hoje

"Algumas pessoas demonstram tanto respeito por seus superiores que não sobra nada para si próprios".

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Sinal Vermelho

Pra você que nunca entendeu porque só se deve atravessar a rua quando todos os carros pararem...

domingo, 18 de outubro de 2009

Bata no Plástico

Bata no Plástico (clique para baixar)

Este texto discute coisas sem sentido nas quais acreditamos (credos de seguranças):  

1. Existem forças sobrenaturais que podem ser induzidas ou forçadas a proteger a humanidade
2. A morte, na verdade, não existe.
3. Existe algum próposito no Universo.
4. Alguns indivíduos são dotados de poderes especiais que os habilitam a obter as coisas do nada.
5. Você é melhor que seu semelhante.

Excelente texto de Isaac Asimov. Ele é mais conhecido por seus escritos de ficção científica. Seus
ensaios são excelentes para aqueles que pretendem adquirir um visão sobre a vida mais positiva do que aquela que nos ensinam no dia-a-dia: simples estágio para avaliação de onde você passará a eternidade. No inferno, ou, o que seria bem pior, na versão popular do paraíso.


segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Como se faz Ciência

Aqui temos o link para um texto de  Albert Szent-Györgyi (The Nobel Prize in Physiology or Medicine 1937) que pode ajudar na compreensão das dificuldades enfrentadas pelos cientistas no dia-a-dia. O autor  relata seu modo de fazer  Ciência e as dificuldades enfrentadas com a burocracia, que segundo sua visão é incompatível com a natureza da ciência:  para se receber financimento pede-se projetos com previsões para atividades que podem tomar rumos completamente imprevisíveis durante seu desenvolvimento.


Descobri-o por acaso enquanto investigava o primeiro autor da sugestão de que problemas genéticos poderiam ter relação com fenônemos elétricos dentro do DNA.



Segue um trecho:

"Great science has paradoxical features. The more useful it tried to
be, the more useless it would become. If young people ask my advice
and tell me they want to go into research because they want to do
something good for mankind, I advise them to go rather into charity.
Science needs egotists who will satisfy their curiosity at any price."


Uma pérola:

Pauli: "You think I am crazy?"  Bohr: "I am afraid you are not crazy enough"