quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Interação Spin-Espírito



Durante o mestrado eu tinha um colega que após cada prova ligava pra mãe e pedia um ponto: "mãe, faz um ponto aí pra mim!". Nós brincávamos: "omi, pede logo dez pontos pra ela". Depois de um tempo descobrimos que o tal ponto tinha a ver com macumba. Eu tive uma conversa séria com ele:

- omi, quando vc estuda os spins, você leva em consideração algum efeito de espírito?
- Não.
- Você escreve alguma coisa a ver com o dedo de um fantasma bulindo nos spins?
- Não.
-Então, omi? como essas coisas interferem no dia-a-dia? Se nem num spin eles conseguem mexer?

Contaram-me que este colega afirma ser ateu hoje em dia.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Freddie Roach é que é o cara!

Eu não sei exatamente o que Freddie Roach ensina de especial, mas deve ter uma lição do tipo: "Destrua o olho direito de seu oponente!" Vejam o que George Saint Pierre e Manny Pacquiao (ambos treinados pelo cara!) fizeram com seus respectivos oponentes!



ANTONIO MARGARITO adversário de Manny Pacquiao no boxe.


KOSCHECK adversário de George Saint-Pierre no MMA UFC 124. Ele fez cirurgia no dia seguinte em Boston para ajustar uma fratura na face (em torno do olho).

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Subir o Morro do Alemão Pode...

Polícia vai revistar todas as casas do Alemão: sem mandado, sem nada! O que mais me choca nesta notícia é a frieza com que a sociedade a recebe. Nenhuma crítica, nenhum protesto. Por certo, assim deveria ser, afinal de contas

"esse negócio de mandado só é necessário pra se entrar na casa de cidadão. Em casa de favelado, negro ou pobre, a polícia tem mais é que entrar mesmo"!

É angustiante notar como a sociedade acha que se for para seu bem, a polícia pode infringir a lei, especialmente quando as vítimas de tal infração não terão voz ao se rebelar. Eu imagino o que aconteceria com um cidadão do Alemão que obtivesse na justiça um mandado de segurança impedindo aquela invasão de domicílio:

-Seu policial, não me leve a mal, mas eu tenho um mandado de segurança....
-CADÊ! ME DÁ AQUI! (som de papel sendo rasgado) PRONTO, VAMÔ ENTRAR, JÁ NÃO TEM MAIS! 


 ------------------------------------------------------------
Atualizando (Agosto/2013)
Depois que o sumiço de um morador de uma favela conseguiu atrair a atenção do grande público (fato raro neste país), o ministério público descobriu que abusos são cometidos em favelas por parte dos representantes do estado.

"Durante os meses que se desencadeou a operação, desenvolvida ao arrepio da lei, como adiante será demonstrado, populares foram detidos sem qualquer flagrante; diversas pessoas suspeitas foram conduzidas à sede da UPP local, e não para a Delegacia Distrital, como de costume; diversas residências foram invadidas, sem que a policia tivesse os necessários mandados de busca e apreensão expedidos pela autoridade judiciária competente; adolescentes foram apreendidos sem qualquer flagrante, não obstante a hipótese configurar crime tipificado no art. 230 da Lei 8.069/90; inúmeras pessoas foram vitimas de abuso de autoridade por parte dos agentes da lei (alguns, inclusive, devidamente registrados na Delegacia da Circunscrição) e, por mais absurdo que pareça ser, moradores da comunidade foram vitimas de tortura, crime hediondo previsto na Lei 9.455/97, como adiante será demonstrado", afirma a promotora no pedido.