quarta-feira, 6 de julho de 2016

(...) E depois, na Rússia, como vou me apresentar ao olhos de meu estaroste, do comerciante Koguélnikov, a quem vendo trigo, aos olhos de minha tia moscovita e de todos aqueles senhores , sem nenhuma condecoração depois de anos no Cáucaso? É verdade que não quero ter relação com esses senhores e que, é bem possível, eles também estejam muito pouco interessados em mim; mas o ser humano é feito de tal modo que eu não quero ter relação com eles, mas mesmo assim, por causa deles, destruo meus melhores anos, toda a felicidade de minha vida e vou arruinar todo o meu futuro.

Excerto de A Derrubada da Floresta

Liev Tolstói
Traduzido por Rubens Figueiredo

Nenhum comentário: